7 de jun de 2010

Sábado – 05 de junho de 2010


"Perdão... Eu gostaria muito de ter escrito todos os dias, mas a bateria acabou dentro do vôo Madri – Joburg e aqui na África do Sul é tudo muito diferente, voltagem, tomadas, acesso à internet... E essas são diferenças tão pequenas diante de todo o contexto. Vou tentar resumir tudo que vivi nesses dias mas tenho certeza que as palavras não conseguirão expressar o misto de sentimentos e emoções.
Na terça chegamos à Madri pela manhã, o aeroporto de Madri é um capítulo à parte. Fomos recebidos pelo Pr. Osvaldo e com um ônibus fizemos um tour pela cidade - que é linda -, a arquitetura espanhola é maravilhosa, a mistura do moderno com prédios antigos; fomos a tantos lugares... O céu espiritual de Madri é fechado, as pessoas tem um padrão de vida muito bom, então imaginem como elas são!!!! O vendedor que nos atendeu não foi nem um pouco simpático. Descobri que os espanhóis são muito preconceituosos, na Espanha eu sou negra! Almoçamos num restaurante de brasileiros – sentimo-nos em casa – e depois fomos para uma Igreja Batista em Três Cantos, os pastores e membros foram maravilhosos conosco. O pastor compartilhou conosco a realidade da igreja na Espanha, irmãos vamos orar para que Deus envie trabalhadores para a seara.

O índice de suicídios é alto, a depressão entre os jovens é comum... Em 2009 houve 3.500 suicídios. Fiquei chocada! Pra cada dia de 2009, nove jovens mortos. Assustador! Esta igreja tem trabalhado junto às mulheres muçulmanas. Os muçulmanos tem crescido muito na Europa. Precisamos trabalhar galera!!!! Conseguimos tomar banho na igreja... Verão, o sol lindo e maravilhoso, quase 22 horas e o sol lá! Nem preciso dizer que eu aproveitaria cada minuto na praia se morasse em Madri... Ai... Essa minha alma surfista!!!! Rs... rs... rs... Tivemos algumas guerrinhas entre Sampa e Joburg (abreviatura de Joanesburg), Pra Rosana e Elaine foram para o hospital em Madri, nosso vôo que sairia 1:30 de Madri, saiu às 3:00. Nem preciso dizer que o aeroporto de Madri virou Brasil! Nossos uniformes verde e amarelo causaram frisson... Louvor, UNO, fotos... Invadimos geral!!!!
O vôo Madri – Joburg foi tranquilo, nada que um Dramin não resolva... Rs... rs... rs... A equipe da Iberia nos divertiu muito. Diferente da aterrisagem em Madri, quando, da janela do avião vi o solo africano lá embaixo... Meu coração disparou, bateu forte, descompassadamente... Nunca te vi, sempre te amei! Chegamos em Joburg as 13:30 (horário local) na quarta-feira, dia 02 de junho. Os negros (mulheres, homens e crianças) sul africanos são lindos e estilosos. Fomos retirar as malas, e surpresa! Minha mala com os figurinos foi extraviada... Barcelona, Sampa, Madri... Quem sabe... O árabe que me atendeu na empresa Bud Air prometeu localizar minha mala e ainda quis saber s'eu era solteira... Entenderam!!! Essas coisas só acontecem comigo... Rs... rs... rs... Mas como tudo que acontece no reino natural é sinal do que acontece no reino do espírito... Meu tão esperado, desejado e sonhado casamento tá chegando! Ô glória!!! Na saída do aeroporto - todos já estavam no ônibus - fui recebida pelo Pr. Carmona, sua esposa Edna e pela linda Kipala (guerreira em africano). No ônibus nos juntamos à equipe que também havia chegado horas antes num vôo direto. Que bom rever amigos!!! Finalmente chegamos ao Acampamento da União Batista!! Fomos recebidos pelo Pr. Diogo e sua linda esposa Estela.
Esse negócio de fuso horário e "jet lag" me deixaram perdidinha... Eu já não sabia se era terça, quarta..." Carmen


By

Paulinha
Com carinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário